Comidas exóticas ao redor do mundo

  • por:
  • 4 de agosto de 2015
  • Nenhum comentário
Comidas exóticas ao redor do mundo

A gastronomia é um atrativo bastante interessante e importante para os destinos turísticos. Quando há investimento privado e público, o setor movimenta o turismo e a economia de uma localidade. Sempre que viajo gosto de ir a restaurantes conhecidos e sofisticados, porém sou meio chata para comer e acabo perdendo a oportunidade de conhecer novos sabores, pois comidas exóticas ao redor do mundo não são o meu forte. 

Para quem gosta de provar diferentes alimentos e assim vivenciar por meio da gastronomia a diversidade cultural, preparei uma listinha com alguns pratos para provar pelo menos uma vez na vida. Mas antes segue um relato da minha (pouca) experiência gastronômica.

Eu tenho pé atrás para alimentos muito exóticos, então as coisas mais diferentes que já comi foram ostras, rã e escargot. Ostras eu adoro. Sempre que vou à praia me jogo nelas. A melhor que já comi foi durante um passeio de barco em Morro de São Paulo. Eles levam a gente até um criadouro de ostras. Então elas são servidas fresquinhas, recém tiradas do mar.

Em Paris também comi ostras. Era um prato que fazia questão de comer lá, devido à sua tradição na França, porém eu prefiro as que eu comi aqui no Brasil. Achei as de lá muito grandes e sem gosto. O divertido é sentar na areia, chamar o moço do isopor, jogar limão, sal e cominho e mandar pra dentro, rsss….

Rã eu comi frita com limão, na casa de um amigo. Será que rã pode ser considerada comida exótica? Bom, independente disso achei bem gostoso, mas difícil de comer, com pouca carne e muito osso.

O escargot eu também experimentei em Paris. A princípio achei gostoso, mas depois cheguei a conclusão que ele é borrachudo e não tem gosto de nada, a não ser das ervas do tempero. Quando penso que essa iguaria é um caracol, não sei se comeria de novo. Confira um vídeo da minha prática com aquela pinça que é utilizada para comer o escargot.

Vale dizer que herdei de uma tia que morou muitos anos na França um conjunto de talheres de escargot. Se um dia eu me aventurar na cozinha mostro por aqui. E você pode conferir aqui a história dessa minha tia com Paris.

Como disse lá em cima, segue mais opções de comidas exóticas que você pode saborear ao redor do mundo. Se alguém já provou alguma dessas, vem aqui no blog contar para a gente.

Outras comidas exóticas pelo mundo

Escorpião Frito, Cingapura
O escorpião é um prato muito consumido pela maioria dos povos asiáticos. Grande parte dos países tem o petisco no cardápio tradicional. Muitas vezes ele vem em um espeto, como se fosse um churrasquinho.

Caviar – França
Kelp-Caviar-on-Potatos
O caviar é uma iguaria de luxo, consistindo em ovas de peixe não-fertilizadas salgadas, sem qualquer outro tipo de aditivo, corante ou preservante. As ovas podem ser “frescas” (não-pasteurizadas) ou pasteurizadas. Ele pode ser saboreado gelado, com torradas ou biscoitos sem sal, mas ganha glamour ao ser inserido em pratos da alta gastronomia.

Larva do bicho-da-seda, Tailândia e China
Sim, esses povos asiáticos comem bicho de seda. Na China, as larvas são fritas com cebola cortada e um molho grosso. Também dá para comer a crisálida, a “embalagem” da larva, que parece uma casquinha crocante tipo um salgadinho. Na Tailândia, a crisálida do bicho-da-seda faz parte da alimentação de crianças nas escolas.

Canguru, na Austrália
Dizem que a carne do canguru pode ser muito saborosa. Ela é picada e cozida em vapor, com a adição de bacon, sal e pimenta para dar um temperinho. Não sobra nada, até o rabo é aproveitado para fazer sopa.

Farofa de formiga, Amazôniafarofa-de-formigas
O inseto aparece no cardápio rural brasileiro em certas áreas do Sudeste. A variedade preferida é o içá ou saúva – uma formiga que, dizem, tem um gosto parecido com amendoim. Além de consumida em farofas, ela também pode ser torrada com tempero ou congelada para comer durante o ano.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

RSS
Facebook
Instagram